Existem boas razões para ouvir seu coração: Variabilidade da Frequência Cardíaca (VFC)

Você sabia que o coração é um corpo de ressonância para muitos processos de vitalidade e biorrítmos? Por meio de Neurotransmissores, está intimamente ligado ao cérebro, aos sistemas digestivo, imunológico e endócrino, bem como ao metabolismo e à respiração.

O nível de atividade e a qualidade do desempenho dessas funções vitais dependem diretamente do controle e do funcionamento correto do sistema nervoso vegetativo (SNV) e de seus dois componentes, o simpático (ativação) e o parassimpático (regeneração). Sua interação e adaptabilidade refletem na variabilidade da frequência cardíaca (VFC).

Em primeiro lugar, a VFC descreve a capacidade fisiológica do coração de variar continuamento os batimentos cardíacos, dependendo da carga. Quanto mais variado um coração bate dentro de uma faixa normal, mais eficiente e resiliente é o organismo. Isso torna a VFC um indicador global para determinar o estado de saúde individual.

Os influenciadores que realmente moldam a saúde, a boa forma e o bem-estar:
O sistema nervoso vegetativo e o fator de estresse

As influências do simpático (ativação) e do parassimpático (regeneração) no sistema nervoso vegetativo do organismo alternam-se dinamicamente sem cair em extremos. Mudanças nesse equilíbrio, por exemplo, devido ao estresse e especialmente ao estresse permanente, podem ter um efeito duradouro no bem-estar, condicionamento físico e na saúde e podem ser medidas usando a VFC.

Com base na medição do complexo cardiovascular, o Nilas MV® determina a variabilidade do batimento cardíaco para lidar de forma otimizada com o estresse. Para isso, o Nilas MV® “traduz” os processos fisiológicos complexos e seus modelos de cálculo respectivos, em gráficos claros. Isso torna os inter-relacionamentos mais rápidos e fáceis para o usuário acessar, bem como claramente compreensíveis para pacientes ou clientes.

Cardápio